ARQUITETURA SUSTENTÁVEL

Utilizando estudos bioclimáticos, nosso trabalho está diretamente ligado as pesquisas físicas e climáticas do lugar, onde definimos o conceito e a forma da nossa arquitetura tornando-nos mediadores entre o homem e o meio aonde a obra é construída.

O projeto é integrado, meio ambiente e a construção, proporcionando aos ocupantes da edificação conforto térmico e minimizando, ou até eliminando, a utilização de equipamentos de climatização artificial, definindo os materiais corretos para a edificação.

ÁREAS DE ABORDAGEM

CAPTAÇÃO DE ÁGUA PLUVIAL E REUSO

ILUMINAÇÃO NATURAL

VENTILAÇÃO NATURAL

Conhecer o índice pluviométrico de um lugar e captar a água pluvial pode reduzir em até 70% dos gastos mensais de uma casa desde que coletada corretamente.  A água poderá ser reutilizada não só para limpeza de pisos ou irrigação de jardim, mas como reuso para descarga de aparelhos sanitários.

Projetar uma construção aproveitando a luz solar contribui com eficiência energética da construção, com a saúde do usuário e com a estética da construção.

Permite tornar os espaços confortáveis e salubres, trazendo frescor aos ambientes construídos que dependendo da região a ventilação natural pode ser um gerador de energia renovável.

RADIAÇÃO NATURAL

TRATAMENTO DE ÁGUAS CINZAS E NEGRAS

ALTIMETRIA

Identificar o potencial solar da localização da obra, permite tirar proveito para aquecimento da água e produção de energia por meio de painéis solares, reduzindo o uso de energia elétrica.

O tratamento de água cinzas e negras são alternativas eficientes que podem ser reaproveitados sem impactar com meio ambiente.

Tirar proveito das condições físicas do lugar, possibilita uma instalação segura e estética da construção sem impactar com as características naturais do solo.

PROJETOS DE ARQUITETURA SUSTENTÁVEL

Cunha 1

Uma proposta de casa térrea com 168 m² em Cunha/SP, teve como estratégia o reúso da água pluvial a Iluminação e ventilação natural e acessibilidade do usuário.

Cunha 2

Está residência com 350 m² foi projetada em aço com vedação em tijolo ecológico. A captação e reuso pluvial, ventilação e iluminação natural foram previstos como estratégia e eficiência.

Residência

Este Projeto para uma residência de dois pavimentos com 200 m² em Taubaté/SP, teve no estudo climático as diretrizes que definiram o conforto térmico com uso de telhado verde, aproveitamento na captação e reuso pluvial, iluminação e ventilação natural.

Casa de Campo

O projeto elaborado em estrutura metálica permitiu uma arquitetura linear e otimizada. O estudo climático definiu o aproveitamento da iluminação e ventilação natural do lugar, reúso e captação de água pluvial e compostagem. Os Painéis solares foram posicionados estrategicamente otimizando a captação de luz natural. O pátio com lareira ao ar livre entre os dois blocos construídos conecta a casa com os quartos permitindo uma melhor distribuição de luz para os espaços internos. As plantas que decoram o paisagismo foram definidas de acordo com o bioma local.